ATLETAS DE CAPOEIRA DE FOZ CONQUISTAM RESULTADOS EXPRESSIVOS EM CAMPEONATO MUNDIAL

Sem categoria
Por , em 29 de agosto de 2017

Aconteceu no último final de semana, na cidade de Fortaleza/CE, o 9° CAMPEONATO MUNDIAL DE CAPOEIRA, organizado pelo Grupo Muzenza de Capoeira, com a cancela da Superliga Mundial de Capoeira e Federação Internacional de Capoeira. O evento, um dos maiores e mais organizados do mundo, reuniu cerca de 350 atletas oriundos de 20 estados brasileiros, além da participação de delegações dos seguintes países: Peru, Colômbia, México, Portugal, Espanha, Inglaterra, Marrocos, Rússia, Polônia, Alemanha e França. Ao longo de 4 dias, aconteceram cursos, palestras, mesas redondas, formatura de mestres e professores, além do campeonato mundial. Na oportunidade, 2 professores da cidade de Foz se fizeram presente no evento participando das competições e também atuando na organização e arbitragem.

Prof. Fábio atuando como árbitro

O Prof. Fábio Castilha atuou como palestrante e árbitro internacional durante as competições. Já o Mestre Ary Berlim de Souza participou como competidor na categoria master, sagrando-se medalha de Bronze. Como conseguiu o podium em sua categoria, ele também classificou-se para disputa da categoria “absoluto”, onde os 3 primeiros colocados de todas as categorias principais adulto competiam entre si. Nesta categoria, Mestre Ary também conseguiu a medalha de bronze, um verdadeiro orgulho para nossa cidade.

 

Mestre Ary: Bronze na Categoria Master

Na categoria principal (professores), com o maior número de competidores e nível altíssimo, o campeão geral foi o prof. Magrela – Flávio Dhein, aluno do M. Ary. Nascido e criado em nossa cidade, Flávio também sagrou-se campeão da categoria absoluto, e dividiu o podium com seu mestre, um momento muito emocionante para ambos. Flávio, atual tetra campeão mundial, é considerado um dos maiores atletas de capoeira do mundo; ele hoje vive e trabalha com a capoeira na cidade de Segovia, Espanha.

Isso confirma que nossa cidade é um grande berço de capoeiristas atuando nas mais diversas áreas. “Por isso sentimos a necessidade de fomentar ainda mais a prática deste esporte genuinamente brasileiro em nossa cidade. E é isso que temos feito a anos, com muita perseverança, acreditando sempre na melhoria das condições para que trabalhemos ainda mais…”, comenta o prof. Fábio.

Para saber mais sobre a capoeira de Foz do Iguaçu, acesse www.capoeirapedagogica.com.br

Envie seu Comentário  Leia os Comentários 

CAPOEIRA: BENEFÍCIOS FÍSICOS, SOCIAIS, E PSÍQUICOS

Sem categoria
Por , em 13 de Março de 2017

Quando ouvimos falar em Capoeira, corriqueiramente vem-nos à mente a Bahia, Salvador, o Mercado Modelo com seus Capoeiristas exibindo-se com movimentos acrobáticos de tamanha plasticidade que deixam qualquer expectador boquiaberto. Entretanto, a Capoeira é hoje muito mais do que um mero show acrobático; ela é prática física que contempla diversas carências do ser humano, sejam elas de ordem física, social, ou psíquica.

A Capoeira tem apresentado um crescimento vertiginoso nas últimas décadas, inserindo-se dentro de clubes esportivos, centros comunitários, academias, escolas, e principalmente universidades, através de profissionais que buscam, além da Capoeira, o conhecimento científico afim e elevar a arte ao seu patamar merecido; é inegável a afirmação de que hoje a Capoeira é a maior divulgadora do Brasil no exterior, uma vez que possui milhares de profissionais trabalhando em centenas de países, difundindo não só a Capoeira, mas também o idioma e a cultura Brasileira como um todo; à nível esportivo e profissional, campeonatos Europeus e Mundiais são organizados anualmente, com o nível técnico dos atletas estrangeiros crescendo anualmente.

No entanto, nem sempre ela foi classificada desta maneira; durante muito tempo, a Capoeira foi marginalizada, sendo inclusive discriminada em diversos segmentos da sociedade; isso explica-se e entende-se devido à mesma ter suas origens no período da escravidão do Brasil, criada pelos negros escravos, por ter nascido na rua e de maneira desordenada, e ter sua prática restrita, sendo inclusive proibida pelo Código Penal por mais de 40 anos. Devido a isso, a Capoeira foi por muito tempo praticada apenas no anonimato e, ao contrário do que se objetivava com a sua proibição, fortaleceu-se e atingiu todas as regiões do Brasil rapidamente.

Classificada hoje como esporte genuinamente brasileiro, uma vez que nasceu no Brasil, a Capoeira é uma excelente ferramenta dentro da Educação Física, e de uma riqueza sem precedentes no auxílio da formação integral do seu praticante; ela atua de maneira direta sobre os aspectos cognitivo, sócio-afetivo e psicomotor.

A riqueza da Capoeira está nas várias formas de a mesma ser vislumbrada, onde o aluno, através de sua prática ordenada, pode assimilá-la e assim atuar nas linhas com as quais mais se identificar; pode a Capoeira ser vislumbrada como Luta, Dança, Arte, Esporte, Lazer, Educação, Profissão, ou ainda como filosofia de vida. Para isso, cabe ao professor um papel relevante, orientando e estimulando o praticante no exercício da Capoeira de maneira global, deixando o mesmo livre para escolher a linha com a que mais se identifique, e assim então aproveitando ao máximo toda a sua potencialidade.

Envie seu Comentário  Leia os Comentários